Qual a diferença entre logística e transporte?

Postado por:
Notícias

A logística geralmente é confundida com transporte, talvez pelo fato das operações de distribuição estarem mais expostas à visibilidade e aprovação ou não dos consumidores, um caminhão circulando pelas ruas, avenidas ou rodovias com descrições do tipo Just in time, logística ou até mesmo logística integrada leva os transeuntes a classificarem apenas como transportadores.

È bem verdade que transporte é uma parte importante, mas para que ele aconteça, nos bastidores há uma equipe preocupada com a sua perfeita sincronização, pois diversos locais de saídas e mais ainda de entrada dessas mercadorias devem ser bem planejadas e tudo isso tem um propósito, atender as necessidades dos clientes.

Seja de que maneira for efetuada a compra de uma mercadoria, por parte da logística entendemos ser necessária a aquisição de matéria prima e o consequente transporte até a fabrica para a transformação, após o trabalho de transformação mais uma vez o transporte entra em cena para levar até os pontos de vendas atacadista ou varejista o produto já em condições de uso, isso por si só já é complexo, e se pensarmos num montante superior a uma dezena de produtos com cores e especificações diferentes teríamos a dimensão do quanto tudo deve estar em sintonia.

O presente texto busca entre outros, esclarecer o que na verdade significa logística, sua importância nas atividades relacionadas à satisfação dos clientes em adquirir um produto ou serviço sem ao menos conhecer quais são os caminhos percorridos até antes da aquisição do produto.

Logística trata questões relacionadas ao gerenciamento dos meios de abastecimento de matérias primas para o processo de transformação nas indústrias, armazenagem tanto desses insumos como dos produtos acabados além da movimentação interna na planta de forma coordenada visando atender as necessidades de cada processo produtivo, distribuição física das mercadorias desde a planta até o local de requisição do cliente.

Entendemos em primeira vista se tratar de administração meramente, é bem verdade, porém, nesses moldes é algo que devemos atentar para algumas observações importantes, administrar recursos de maneira que tudo possa sair conforme uma exigência prévia advinda de locais distantes e com detalhes diversos, isso podemos já classificar logística.

Sua importância remonta a tempos passados e para enriquecer o texto explanarei um dado histórico sobre logística que ajudará o entendimento.

A logística não é um termo novo ela sempre foi utilizada, em tempos remotos o uso de equipes de planejamento por militares era muito ativo, quando os comandantes decidiam avançar com suas tropas estes tinham a sua disposição uma equipe que tratava do deslocamento eficiente, servindo assim destes levavam a cabo suas estratégias de combate. Estas equipes providenciavam para que todos os suprimentos de guerra previamente armazenados nos quartéis chegassem aos combatentes em campo (víveres, armas e munições, alimentos, fardamentos, materiais de socorro médico, etc.), traçavam linhas de deslocamento a pé ou por meio de veículos objetivando chegar a um determinado ponto ao menor tempo possível, com a quantidade correta, ou seja, sem desperdícios nem perdas. Eram de extrema importância para um general á frente de um exército que esta equipe fosse capaz de planejar essas operações de forma brilhante, muitas vezes o sucesso de uma batalha dependia dessas operações.

“Inteligência militar” termo usado para definir é como encontramos em algumas literaturas que tratam do assunto, não eram vistos com grande glamour como os combatentes após as vitórias, eram sim tidos apenas como uma equipe de apoio.

 

Por: Francisco Marcio Oliveira

Loading…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *